Parece que sempre há uma área de nossa vida mais problemática, densa e mal resolvida. Pode ser que você viveu anos e anos enfrentando certas dores e sofrimentos recorrentes. Até que um dia, depois de muito estudo e prática, você começa a dominar seus impulsos e passa a agir de forma equilibrada, serena e pacífica. Tudo começa a ficar bem. Não foram os outros que mudaram. Foi você mesmo que mudou a sua conduta, seu modo de pensar, falar, sentir e agir. Você dá graças a Deus por tudo estar normal agora. Mas, na verdade, você tem que dar graças a você mesmo, porque foi através do seu esforço e da sua dedicação que vieram os merecimentos dessa conquista. Aí, você acredita que agora a sua vida está perfeita e se sentirá feliz, finalmente. Mas não. De repente, outra área da sua vida começa a dar problemas… coisas que nunca davam problemas… coisas que você sempre fazia de tal maneira e estava tudo bem… Aí você faz as correções e mudanças nessa área também, e se equilibra. Logo depois, surgem outros problemas… Parece que nunca estamos livres dos problemas e que estamos aqui para resolver problemas e mais problemas… Não se sinta uma vítima, culpada ou castigada por algo ou alguém. O fato é que você está cheio de questões para resolver e não teria condições de superá-los se viessem todos de uma vez. A Terra é um planeta escola e estamos aqui para aprender, corrigir e melhorar… enquanto não aprimorarmos todas as questões equivocadas não teremos o direito de ingressar em mundos mais sutis, leves e positivos. Voltaremos à Terra muitas vezes porque ainda temos energias de baixa frequência dentro de nós. Assim como você vai ao médico para curar a sua dor física (oriunda das emoções negativas que procrastina/ignora/negligencia/esquece), você vêm à Terra para curar as questões pendentes da sua alma. Cumpra a sua parte, viva de forma consciente, supere suas limitações e estarás mais próximo de habitar o reino dos céus, eternamente.

Paula Teshima