Não é possível que tudo saia 100% perfeito, maravilhoso e agradável. Ou 100% horrível, desastroso e desagradável. Senão, você sai do seu ponto equilíbrio. Uma das leis universais é a do equilíbrio. Ou seja, para que tudo funcione em perfeita ordem, harmonia e fluidez, as energias tem que estarem equilibradas, nem mais, nem menos. Por exemplo, você planeja a sua viagem de férias. É claro que você deseja que tudo aconteça conforme combinou ou imaginou. Mas para que este evento flua é necessário que hajam momentos agradáveis e momentos não tão agradáveis. Dessa forma há o equilíbrio entre as coisas boas e as coisas ruins. Já reparou que, geralmente, quando você escolhe um quarto de hotel super chique e maravilhoso (para o seu gosto), as situações que ocorrem durante a sua estadia não são muito legais. E quando você se hospeda num quarto meia boca que não era do seu agrado, parece que tudo ocorre mil e uma maravilhas? Ou seja, sempre há coisas positivas e negativas, esse contraste é necessário e faz parte da vida. E quanto maior é a intensidade de um lado, maior também será a intensidade do outro lado, para compensar e voltar ao ponto de equilíbrio. Se prepare, esteja consciente das possibilidades negativas de um evento. Aceite-as, não resista, seja grato e feliz por todas as experiências.

Paula Teshima