Um dos grandes desafios da vida é amar incondicionalmente quem te maltratou, abusou, feriu, provocou, traumatizou, bullyinou… porque essas pessoas são seres humanos como qualquer outro. Entender que, nesse momento, a pessoa está vibrando numa frequência muito baixa de raiva, medo, vingança, ódio, injustiça, vitimização… por isso que ela faz o mesmo com o próximo. Mas, dentro dela há o amor puro e genuíno. Ela só faz isso porque alguém fez isso com ela, está ferida emocionalmente, não tratou ou não sabe como se curar, então permanece com essas lembranças dolorosas na mente, e uma das formas de extravazar ou aliviar isso é fazendo o mesmo com o outro, consciente ou inconscientemente. Muitas vezes, ela tem certas atitudes que ela mesma nem sabe por que faz isso. Ela precisa urgentemente se curar e transcender essas energias densas. Quando você toma consciência de que ela é um ser de luz e amor, e que, na verdade, ela fez essas coisas negativas com você para te ajudar a enxergar o que você precisa se curar, e não necessariamente te prejudicar, humilhar, ferir… e também reconhece que você possuía uma frequência densa tão baixa quanto a dela, por isso que vocês se atraíram… você pára de enxergar as atitudes negativas dela, pára de culpá-la 100% por tudo o que ocorreu, e o lado positivo dela começa a vir mais na sua lembrança, aí você consegue amá-la incondicionalmente, por mais terrível que ela tenha sido com você. O propósito disso tudo é que para você ascencionar e se tornar um mestre ascencionado, você precisará ter muito amor no coração para amar incondicionalmente todos os seres humanos, principalmente os que vibram intensamente no ódio, na vingança, na vitimização… pois você os guiará e os ajudará a reencontrarem o caminho da luz. Se você não consegue agir dessa forma aqui enquanto encarnado, ainda não tem o direito de sair do ciclo de samsara e residir em planos astrais mais elevados.

Paula Teshima