Dificilmente você vai encontrar e realizar sua missão de vida se você vive imerso em frequências baixas todos os dias. Assistir filmes/séries violentos, noticiários, reclamar de tudo, se vitimizar, se vingar, ouvir músicas com letras negativas… baixam sua vibração e te faz enxergar tudo por um viés negativo. Certamente, o seu propósito de vida é um trabalho/atividade nobre, elevado, que irá beneficiar você e os outros. Se você vive cabisbaixo, triste, deprimido, frustado… seus sonhos, desejos e objetivos estarão muito longe de ti, em uma outra realidade, aguardando o momento que você volte a realinhar com o seu espírito. Quando a sua missão surgir significa que você está no seu melhor, curou muitas inferioridades e está pronto para isso. Ou seja, o seu trabalho existe, mas ele não aparece porque você não está pronto ainda. Pode ter certeza que ele irá aparecer quando você estiver pronto. O caminho não é ir em busca do seu propósito de vida. O caminho é buscar a reconexão interior, se curar e se tornar uma pessoa melhor, primeiro. Depois, o dinheiro, o sucesso, a fama… surgirão naturalmente, e na mesma medida dos seus esforços. Você não tem que ter a casa dos seus sonhos, o carro luxuoso ou roupas de marca para enfim ser feliz, pleno e realizado. Isso tudo são consequências do seu trabalho de cura e melhoria pessoal. Não busque fora, busque dentro de ti. As melhores soluções e respostas estão em você mesmo. Você é a causa. Quando você muda o seu interior, sua vibração muda, e atrairá pessoas e situações com esse novo padrão vibratório. E você saberá que está fazendo a coisa certa quando você sente muito prazer, não vê as horas passando, esquece que dia da semana é hoje, não anseia demais a chegada do fim de semana, feriados, férias, e continuaria fazendo isso, mesmo se já fosse milionário.

Paula Teshima